segunda-feira, maio 15

Pai

Meu pai fez 78 anos na semana passada, dia cinco de maio. No mesmo dia do aniversário de dois grandes artistas: Dino 7 Cordas e Beth Carvalho, de quem vou falar aqui com calma num outro post.

É pra ele então que ofereço esta música emocionante (considerada brega por muitos, mas que eu adoro) do Fábio Jr.:

Pai, pode ser que daqui algum tempo
Haja tempo pra gente ser mais
Muito mais que dois grandes amigos
Pai e filho talvez

Pai, pode ser que daí você sinta
Qualquer coisa entre esses vinte ou trinta
Longos anos em busca de paz

Pai, pode crer, eu tô bem, eu vou indo
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura pra você renascer

Pai, eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Pra falar de amor pra você

Pai, senta aqui que o jantar tá na mesa
Fala um pouco, tua voz tá tão presa
Nos ensine esse jogo da vida
Onde a vida só paga pra ver

Pai, me perdoa essa insegurança
É que eu não sou mais aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu, eu, eu

Pai, eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito
Pra pedir pra você ir lá em casa
E brincar de vovô com meu filho
No tapete da sala de estar

Pai, você foi meu herói, meu bandido
Hoje é mais, muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai, paz.
_________________________
Da trilha sonora da novela Pai Herói (1979). Aliás, novela que tinha uma ótima trilha sonora. Quer ver?

Pode Esperar
(Roberto Correa/Sylvio Son)

Nada como um dia atrás do outro
Tenho essa virtude de esperar
Eu sou maneira, sou de trato, sou faceira
Mas sou flor que não se cheira
É melhor se previnir pra não cair
Sou mulher que encara um desacato
Se eu não devolver no ato
Amanhã pode esperar
Estrutura tem meu coração
Pra suportar essa implosão
Que abalou meus alicerces de mulher
Mas a minha construção é forte
Sou madeira, sou de morte
Faça o vento que fizer.
_________________________________
Com Alcione.

Nos Horizontes do Mundo
(Paulinho da Viola)

Nos movimentos do mundo
Cada um tem seu momento
Todos têm um pensamento
De vencer a solidão
E quem pensar um minuto
Saberá tudo dos ventos
E se tiver sentimento
Estenderá sua mão
Nos movimentos do mundo
Quem não teve um sofrimento
E não guardou na lembrança
Os restos de uma paixão
Coração recolha tudo
Essas coisas são do mundo
Só não guarde mais o medo
De viver a vida, não

Nos movimentos do mundo
Requerer perdas e danos
É abrigar desenganos
Sem amor e sem perdão
Nos horizontes do mundo
Não haverá movimento
Se o botão do sentimento
Não abrir no coração.

Passarinho
(Chatim)

Quero viver como um passarinho
Cantar, voar sem direção
Quando quiser construir meu ninho
Hei de encontrar um coração
Por enquanto eu quero viver
Com toda liberdade
Cantando aqui, pousando ali
Esta é a minha vontade

Não, eu não quero prisão
Para o meu coração
Eu não quero
Será bem triste o meu fim
Se eu não conseguir
Ter a minha vida assim.
_____________________________
Do disco "Beth Carvalho - De Pé no Chão" (1978).

Não Dá Mais pra Segurar (Explode Coração)
(Gonzaguinha)

Chega de tentar
Dissimular
E disfarçar
E esconder
O que não dá mais pra ocultar
E eu não posso mais calar
Já que o brilho desse olhar
Foi traidor e entregou
O que você tentou conter
O que você não quis desabafar
E me cortou

Chega de temer, chorar
Sofrer, sorrir
Se dar
E se perder
E se achar
E tudo aquilo que é viver
Eu quero mais é me abrir
E que essa vida entre assim
Como se fosse o sol
Desvirginando a madrugada
Quero sentir a dor dessa manhã

Nascendo, rompendo
Rasgando, tomando meu corpo
E então, eu
Chorando, sofrendo
Gostando, adorando
Gritando
Feito louca, alucinada e criança
Sentindo meu amor se derramando
Não dá mais pra segurar
Explode coração.
_______________________________________
Com Maria Bethânia. Outras gravações: Leila Pinheiro, Gonzaguinha, Trio Irakitan, Waleska, etc.

Cavalo Bravo
(Renato Teixeira)

Olhando um cavalo bravo
No seu livre cavalgar
Passou-me pela cabeça
Uma vontade louca
De também ir
Para um cavalgar

Coração atrevido
Pernas de curioso
Olhos de Bem-te-vi
E ouvidos de boi manhoso
E lá vou eu mundo afora
Montado em meu próprio dorso.
__________________________________
Aprendi essa música com a minha querida amiga Márcia Torres, cantora, e com meu ex, Roberto Lapiccirella, que cantavam lindamente essa toada(?), com direito a primeira, segunda e terceira vozes. Bonsssss tempos!

Meu Drama (Senhora Tentação)
(Silas de Oliveira e Joaquim Ilarindo)

Sinto abalada minha calma
E embriagada minha alma
Efeito da tua sedução
Oh! Minha romântica senhora tentação
Não deixes que eu venha sucumbir
Neste vendaval de paixão

Jamais pensei em minha vida
Sentir tamanha emoção
Será que o amor por ironia
Deu-me esta fantasia
Vestida de obsessão?

A ti confesso que me apaixonei
Será uma maldição?
Não sei...
___________________________________
Com Roberto Ribeiro. Outras gravações conhecidas: Elizeth Cardoso, REnato Braz, Cinco Crioulos, Os Caretas, Conjunto Explosão do Samba, etc.

14 Anos
(Guilherme Arantes)

Sabe
Quando eu tinha 14 anos
Como todos jovens urbanos
Eu nos bailes não ía dançar
E vocês?

Sabe
Eu me cansava de ver manequins
Belas moças não eram pra mim
Eram coisas de filme de amor
Filme francês

E como solução da minha dor
Achei que eu devia ser cantor
Garotas e carros, roupas da moda
Festas incríveis da mais alta roda
Nada, nada, nada, nada

Sabe
Quando eu tinha 14 anos
Os meus pais demoliam meus planos
Nos argumentos levavam vantagem
Com fatos cruéis
Sabe
Eu devorava as vitrines das ruas
E as revistas de mulheres nuas
Brinquedos feitos pra não se tocar
E talvez
Como solução da minha dor
Achei que eu devia ser cantor
Garotas e carros, roupas da moda
Festas incríveis da mais alta roda
Nada, nada, nada, nada.
_______________________________________
E ainda Espírito Esportivo (com Moraes Moreira), Homem Calado (com CArlinhos Vergueiro), A Chave do Mundo (com Marina) e Vivendo Perigosamente (com Márcio Montarroyos). Discaço! Comprei faz dois anos, por meros R$ 6.

2 Comments:

Blogger Mariana said...

Você não fala mais comigo, é? poxa vida!!! :( beijo

maio 18, 2006 8:20 PM  
Blogger Szegeri said...

Prova cabal de que não se faz mais novela como antigamente...

maio 24, 2006 6:07 PM  

Postar um comentário

<< Home